quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Por que o mundo não vive de ações do Itaú?

Tudo começou a algum tempo quando iniciei assuntos financeiros com meu irmão. Estava começando a estudar alternativas de investimentos e conheci as LCIs e LCAs. Foi aí que virei o consultor de investimentos da família.

Como já citei em outros posts, meu pai tem um perfil MUITO conservador e é poupador exemplar, porém guarda tudo na poupança.

E então meu irmão veio conversar sobre um fundo do Itaú que investe em ações do Itaú e retirei algumas mensagens interessantes (em vermelho minhas observações):

Esses 3% ao ano são sobre o montante aplicado ou sobre o rendimento?
Eu acho que 3% ao ano é um valor aceitável pelo histórico de rendimento desse fundo
Aqui ele comenta que acha ok pagar uma taxa alta por um rendimento alto.

Ele compra ações do grupo Itaú
Imagino que é day trade
São 4 anos rendendo em torno de 30% ao ano
Se fosse só comprar e deixar lá. O mundo viveria de ações do Itaú.
Aqui discutimos sobre o que o fundo faz, se ele apenas compra as ações ou se fica comprando e vendendo.

Se eu tenho um patrimônio de 700 mil e aplico tudo nesse fundo. Teoricamente eu tenho 224 mil de rendimento ao ano, certo?
Tira 15% de imposto de renda
Da pra viver disso... fiz uma conta rápida e tenho mais ou menos isso
225 × 0,85 = 190 mil
190/12 = 15 mil por mês
Conta simples do rendimento médio dos últimos anos (lembrando que rendimento passado não garante rendimento futuro)

Faz sentido essa conta?
Quais variações ignorei?
Somente o risco, certo?
Duvidas surgiram sobre a conta, quando é muito "fácil" a gente desconfia...

Em números absolutos esta ok
Vivo com 10 mil e deixo 5 mil para desvalorização cambial ainda
Comentei sobre inflação, e ele comentou sobre deixar 1/3 para "reposição" da inflação

Tem que ter um furo muito grande nessa conta
Caso contrário faltaria mão de obra no mercado muito rápido.
O que acham? qual o furo? olhar a rentabilidade passada esperando a mesma para o futuro?

O Itaú é o Corinthians,  se cair você sabe que sobe de volta.
Não é o Guarani que você sabe que pode subir, mas sabe la deus quando.
Gostamos de futebol, aqui uma piadinha interessante comparando a tranquilidade de investir no Itaú, esperando que o mesmo sempre recupere caso tenha uma queda.



Por curiosidade, abri a janela de últimos 3 anos para desde o inicio e temos uma "surpresa"... o fundo não rendeu 30% ao ano em média mas sim 10% ao ano...

E aí? o que acham?
Convoco a finansfera para debater sobre essa ideia...

sábado, 1 de dezembro de 2018

Fechamento Novembro 2018: R$ 119.126,53 (+R$ 1.971,51 ou 1,65%)

A grande alteração na alocação dos recursos foi a "migração" um dos fundos fundos de investimento (conforme falado no fechamento anterior) para o mercado de opções no valor de R$ 5.000,00.

Para realizar tal movimento uma vez que o fundo era D+30 realizei um empréstimo com a minha namorada (pois ela deixa todo dinheiro dela na poupança) e ao resgate do fundo ser concluído paguei a mesma com uma taxa de juros de 1% ao mês.

O aporte realizado foi de R$ 1.000,00 como planejado.






terça-feira, 20 de novembro de 2018

Consolidação da estratégia de opções 2018-10

Fico pensando se "vale a pena" ficar lançando opções com o "mercado em alta" pois se tivesse apenas comprado as ações e vendido no final do período teria um rendimento superior. Por outro lado, a rentabilidade aqui apresentada foi "garantida" com 30 dias de antecedência, talvez esse seja o custo da "garantia" de rentabilidade.

Vamos aos resultados da estratégia do período entre 16-10-2018 e 19-11-2018.

Foram realizados seis movimentos:


No final do exercício fui exercido em cinco das seis opções lançadas, com isso obtive os seguintes retornos.

Opções exercidas


Opções não exercidas


Rendimento liquido médio por movimento foi 4,4%.


obs1: comecei a calcular o valor liquido (e apenas o liquido, não faz sentido analisar o valor bruto pois o mesmo não fica comigo) porém ao invés de calcular linha a linha como fiz no post anterior, colei a tabelinha do excel que já faz as contas, caso tenham duvidas fiquem a vontade para comentar.

obs2: o excel faz arredondamentos, mas não vi algo que influenciasse o final.

sábado, 17 de novembro de 2018

Meu deus!!! fui exercido antes do prazo!! e agora?

Quando comecei a estratégia das opções imagina que seria normal ser exercido a qualquer momento desde que o preço atual do papel estivesse maior que o custo do exercício da opção (strike + premio) e a pessoa que me "resgatou" esse tema garantia que ninguém exercia a compra antes do prazo, as pessoas negociavam opções e no dia do vencimento a mesa faria o exercício automaticamente se o preço estivesse acima do strike, achei estranho porém nunca havia acontecido... até agora (na verdade até segunda feira passada... 12/11/2018).

Acessei o HB na terça feira (13/11/2018) para ver o que tinha de interessante e me deparei com um saldo que não fazia sentido, comecei a procurar no extrato e achei que minhas opções haviam sido exercidas, comemorei pois essa operação havia me rendido 6,6% quando fui olhar o valor de strike a surpresa, o preço estava diferente do que eu havia anotado na minha planilha de controle, fui chegar até a nota de corretagem que havia salvo no dia posterior ao lançamento das opções e a tragédia foi confirmada, meus 6,6% haviam virado 1,5% pois eu havia lançado/anotado na opção errada hehehe...

Na mesma hora para tentar "corrigir" o erro comprei mais ações e fiz um novo lançamento que deve me render algo em torno de 1% se não for exercido ou 2,3% se for exercido (isso se eu não anotei errado novamente rsrs).

O ponto positivo foi que a atenção será maior em novos lançamentos e que eu pude rentabilizar o "mesmo dinheiro" 2x no mesmo mês de exercício:

1,5% para 31 dias corridos e 2,3% para 6 dias corridos.


terça-feira, 13 de novembro de 2018

Li um livro em 3 "lidas"

De tempos em tempos tenho momentos de leitura (a ultima foi na faculdade quando li os 3 livros do monge e o executivo). Como gosto de gastar dinheiro com coisas que vou vender alguns meses depois (sim.. gasto algum dinheiro com coisas que eu realmente não preciso) comprei um Kindle de um colega, um novo está custando na faixa de R$ 480,00 porém negociei com esse colega e ele me vendeu o dele por R$ 320,00 o grande detalhe é que já vem com o case de proteção que custaria uns R$ 50,00. Coincidentemente na mesma semana saiu uma promoção por R$ 320,00 em 10x porém como eu já estava com o aparelho desse colega e já tinha combinado um preço porém não tinha pago ainda, achei melhor honrar o acordo e comprar o usado pelo preço de um novo (medo do carma).

Vamos ao livro, a obra dessa vez foi o "porque fazemos o que fazemos" do Mario Sergio Cortella, a leitura me surpreendeu com alguns pontos onde me reconheci (talvez essa seja a ideia dos livros de "auto ajuda") e pela facilidade e fluidez da leitura. Para terem uma ideia eu terminei o livro em "três lidas", a primeira lida do capitulo 1 ao 11, segunda lida do 12 ao 15 e a terceira do 16 ao 20. Posso dizer que o livro é interessante e o Kindle facilita muito pois posso ler na hora de dormir ao invés de ficar navegando por redes sociais. Achei o livro interessante porém não espere a resposta da vida, ele comenta coisas óbvias e as vezes muito interessantes que nunca paramos para pensar como a ideia de motivação, a ideia do trabalho etc.

Estou lendo agora um outro chamado "como mentir com estatística". No próximo post sobre livros trago o meu relato.

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Fechamento Outubro 2018: R$ 119.126,53 (+R$ 5.016,51 ou 4,40%)

Talvez o post mais importante, seguido pelo post de consolidação de estratégia de opções, apresento o fechamento.

Irei iniciar com fechamentos mais simples e conforme for pegando bagagem penso em adicionar comentários sobre as movimentações realizadas.

Primeiro fechamento oficial, como discutido em posts anteriores, adicionei meu FGTS ao patrimônio, afinal tenho descontado mensalmente do meu salário.




O aporte realizado foi de R$ 2.000,00, acima do planejado de R$ 1.000,00 pois realizei a venda de algumas peças de um computador que eu tinha.

Adianto que solicitei o resgate de parte dos fundos que possuo, R$ 5.000,00 que irei aportar em ações e aumentar minha posição na estratégia das opções.

Também resgatei alguns livros de auto ajuda financeira (no estilo dos que citei no último post) e que pretendo ler durante o mês de novembro e quem sabe realizar um resumo no final.


quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Quem compra cursos sobre investimento?

Morro de vontade de participar de algum desses cursos que ensinam técnicas de investimento porém nunca consegui achar um motivo racional para desembolsar o valor que normalmente pedem.

O caso que mais me chama atenção é do clube do pai rico sobre opções chamado "double put double call"  No caso do nosso colega do o valor de investimento é algo em torno de R$ 1.000,00.  Tenho interesse nesse assunto pois é o investimento que mais tenho estudado nos últimos tempos.

Existem outros casos como da youtuber Nathalia Cury que criou o livro do me poupe e tem um canal no youtube inclusive sempre lembrado por minha esposa. Porém acredito que seja mais pelo fato da minha esposa ser meio "girls on power" logo ela tende a consumir e apoiar tudo que é criado por mulheres.

Penso que o mais famoso nessa estratégia de criação de livros para investimentos seja o Gustavo Cerbasi, mas são tantos que nem entrarei no mérito.

Na minha opinião todos são livros de auto ajuda porém com foco no lado financeiro que acabam trabalhando alguns pontos básicos de qualquer planejamento financeiro como ter despesas menores que as receitas, alocar parte da receita em investimentos etc.

O ultimo caso que vi foi do também youtube Nando Moura com o curso Mestres do Capitalismo também na faixa de R$ 1.000,00 e que graças ao marketing realizado dentro do seu canal no youtube teve cerca de 8000 inscritos (o canal dele tem cerca de 2.9 milhões de inscritos) ou seja, com um curso gravado uma única vez, vendeu 8000 vezes gerando uma receita bruta de R$ 8.000.000,00. Legal né? Dizem que o curso passa conceitos muito básicos como selic, cdi, tipos de investimento de renda fixa, organização de orçamento, etc... além disso também vi algum post que o curso foi "pirateado" e disponibilizado via torrent.

É isso.. apenas um post de desabafo durante uma aula da pós meio chata...